segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Hienas

Hienas

Hiena-Malhada

A hiena-malhada (Crocuta crocuta) é o maior representante da família das hienas (Hyaenidae). Uma fêmea adulta chega a pesar mais de 70 kg, sendo até 12% maiores que os espécimes machos.

A hiena-malhada vive em regiões da Savana Africana, sendo considerado um extraordinário predador. A fama de serem carniceiras não é merecida, pois são consideradas por alguns como caçadoras formidáveis, perseguindo suas presas a velocidades de até 55 km/h e caçando em grupos com até 100 indivíduos. Por possuírem um coração "grande", seu vigor é igualmente notável, capazes de manter a perseguição a uma presa por longos períodos.
Hienas malhadas são as maiores das hienas existentes. Sua pelagem é mais curta do que de outras espécies. As fêmeas são consideravelmente maiores que os machos, medindo até 150 cm de comprimento e chegando a pesar mais de 70 kg.
As hienas alimentam-se praticamente de tudo, desde insetos até ovos de avestruz. Também não é incomum alimentarem-se de suas próprias fezes em determinados períodos. Caçam animais de médio a grande porte, como gazelas, impalas, gnus, zebras, dentre outros. A covardia é um mito: em períodos de escassez de alimentos o bando não hesita em atacar animais de grande porte como girafas, rinocerontes e até búfalos - preferindo espécimes jovens, velhos ou doentes. Ao lado do abutre e do chacal, desempenha o papel de carniceira, devorando cadáveres de animais mortos ou que estejam moribundos, além de ser notória oportunista, roubando a caça abatida por outros predadores. Possuem mandíbulas potentes e dentição bastante resistente, possibilitando alimentarem-se até de ossos.
As maiores populações conhecidas hyena manchado ocorrem no ecossistema do Serengeti, na Tanzânia (em número que 7,200-7,700), Kruger National Park na África do Sul (1,300-3,900) e os Masai Mara Game Reserve, no Quênia (cerca de 500-1000). Várias centenas, os indivíduos unsurveyed ocorrer em áreas de conservação do Zimbabué, o Selous Game Reserve na Tanzânia e do Okavango, em Botsuana. hienas pintadas são consideradas pela IUCN ser de menor risco de extinção no Botswana, Etiópia, Guiné Bissau, Quênia, Namíbia, África do Sul, Tanzânia e Zimbabwe. Eles são uma espécie ameaçada, em Benin, o Burundi (onde se pensa estar à beira da extinção), Camarões, Mali, Mauritânia, Níger, Nigéria, Ruanda e Serra Leoa. São extintos, na Argélia e no Lesoto. Existe uma carência de dados sobre o número de hienas pintadas em Angola, Burkina Faso, a República Centro-Africano, Chade, República do Congo, Côte d'Ivoire, República Democrática do Congo, Djibuti, Eritréia, Guiné Equatorial, Gana , Guiné, Malawi, Moçambique, Senegal, Somália, Sudão, Suazilândia, Togo, Uganda e Zâmbia.
A sociedade das Hienas é do tipo matriarcal e geralmente uma fêmea líder comanda o grupo. Depois vem as fêmeas de segundo e terceiro escalão. Os machos estão na base da pirâmide, sendo totalmente submissos às fêmeas que chegam a ser 20% maiores e mais pesadas. Ao contrário dos leões, cujos machos desempenham o papel de defensores do bando.
A Hiena compete com todos os grandes predadores africanos por espaço e comida. Matam ninhadas de mabecos, chacais, guepardos, leopardos e até de leões, quase sempre de forma furtiva. Devido ao tamanho, geralmente apenas os leões são realmente temidos. Como os confrontos com grandes carnívoros costumam ser perigosos, as hienas tendem a evitar os confrontos desnecessários.
O clitóris da fêmea é semelhante ao pênis do macho. Por isso, durante muito tempo, acreditava-se que as hienas eram hermafroditas. A gestação costuma ser de mais ou menos 110 dias, resultando em 1 ou 2 crias de coloração marrom-escuro. Diferente dos filhotes de outros mamíferos, as Hienas nascem com os olhos abertos, e os dentes são afiados como grampos. No caso de nascerem duas fêmeas, estas começarão a lutar instantaneamente, até que só reste uma. Essa rivalidade que começa tão logo saem do útero se baseia em eliminar a concorrência para assim a que sobreviver dispor de toda a atenção materna.




Hiena-Castanha


A hiena-castanha (Parahyaena brunnea, anteriormente Hyaena brunnea) é o maior animal terrestre a viver quase exclusivamente de carcaças. Vive no deserto do Kalahari e no deserto da Namíbia, ambos no sudoeste de África. Devido à escassez de alimentos nestes habitats a hiena-castanha pode complementar a sua dieta com pequenos mamíferos, fruta, vegetais e ocasionalmente uma cria de foca ao largo da costa da Namíbia.
É menor que a hiena-malhada, sendo o seu comprimento de 110 a 136 cm, a sua altura até ao ombro de 64 a 88 cm e o seu peso de 37 a 55 kg. Os machos são ligeiramente maiores que as fêmeas e estas, ao contrário da hiena-malhada, não apresentam um clitóris muito desenvolvido.



Hiena-Riscada

A hiena-riscada (Hyaena hyaena), também conhecido por hiena-raiada, é um mamífero carnívoro da família Hyaenidae, conhecido por sua voz, semelhante a uma gargalhada humana.


Nenhum comentário:

Postar um comentário