sexta-feira, 29 de julho de 2011

Salamandras e Tritões

Os caudados, também chamados de urodelos, constituem uma ordem de anfíbios, que compreende as salamandras e os tritões. Tais animais têm o corpo alongado, patas curtas e uma cauda relativamente longa. Superficialmente assemelham-se a lagartos, dos quais podem ser distinguidos pela ausência de escamas. Os caudados têm a capacidade de regenerar os membros e a cauda se estes forem decepados. As dez famílias limitam-se quase inteiramente ao Hemisfério Norte; sua ocorrência mais meridional ocorre na parte norte da América do Sul. As Américas do Norte e Central apresentam a maior diversidade de salamandras.

Salamandra-de-Fogo - salamandra-comum ousalamandra-de-pintas-amarelas(Salamandra salamandra) é uma espécie de anfíbio caudado pertencente à família Salamandridae. É também conhecida regionalmente por saramela, saramantiga ousalamaganta.
A sua pele é característica de cor negra com manchas amarelas. Medem entre 14 e 20 cm de comprimento. As larvas são aquáticas mas o adulto é terrestre.

Salamandra-Tigre - podem ser encontradas em regiões semi-áridas. Habitam perto de cursos d'água, que podem ser inclusive lagos de água bastante alcalina, pequenos e pouco profundos. São Noturnos. Durante o dia, ficam sob folhas ou em tocas. Chegam aos 20 anos de idade. Os adultos atingem cerca de 15 e 33 centímetros. O tamanho varia de acordo com a região natural da espécie. Fraca e indireta; à noite, deve ser desligada, para que as salamandras possam sair para caçar. Toleram grandes variações da umidade. Apenas para o acasalamento deve ser alta - entre 80% e 100%. A corte tem início com vigorosas chicotadas com a cauda. Em seguida, o macho sobe no corpo da fêmea e libera um espermatóforo, para que a fêmea pegue e coloque-o junto à cloaca. A fêmea põe de um a seis ovos por vez, durante até 15 dias, prendendo-os em uma pedra ou galhos de plantas; a eclosão ocorre em duas ou três semanas.

Salamandra-Tigre-da-Califórnia - a única diferença é a cor.

Salamandra-Azul - é um anfíbio pertencente à ordemCaudata, endémico do noroeste da Península Ibérica. É a única espécie do géneroChioglossa. A sua cauda pode atingir dois terços do comprimento do corpo. Se atacadas, estas salamandras podem soltar a cauda por autotomia, regenerando-a posteriormente. Esta espécie tem várias características morfológicas que as tornam adaptadas a ambientes ribeirinhos, reproduzindo-se em refúgios estivais, tais como minas abandonadas.

Salamandra-de-Costas-Salientes - ou salamandra-dos-poços (Pleurodeles waltl) é uma espécie de anfíbio caudado (ou Urodela) pertencente à famíliaSalamandridae. É o maior caudado europeu, podendo atingir entre 15 e 25 cm, excepcionalmente atingindo os 30.
Está distribuída a sul e a oeste da Península Ibérica (ver mapa de distribuição). Também ocorre na parte ocidental deMarrocos.
Habita em chargos e lagos de pouca corrente, mas também em poços e cisternas de água. Quando ameaçada pode projectar as suas costelas tomando uma aparência mais ameaçadora.
Tem uma actividade diurna e crepuscular.
Alimenta-se de larvas de insectos aquáticos e de anfíbios, moluscos e de minhocas e podendo capturar pequenos peixes. Por vezes pode alimentar-se de carniça.
Nesta espécie existe dimorfismo sexual, tendo a fêmea membros maiores e cauda mais curta; o macho, por sua vez, possui uma cauda maior e membros posteriores maiores e mais musculados.

Salamandra Marmore - Possui um corpo estreito e cilíndrico, raramente ultrapassando os 16 cm de comprimento. Tem uma cauda longa, que nos adultos pode atingir dois terços do comprimento total do animal. Os olhos são protuberantes. As patas dianteiras têm 4 dedos e as traseiras 5. A sua cor básica é o preto e têm 2 listas dorsais de cor dourada ao longo do corpo, que se unem, na cauda. A superfície dorsal pode ter pequenos ponteados azulados. O ventre é cinzento. Quando se sente ameaçada tem a possibilidade de soltar a cauda, que é posteriormente regenerada. É o único salamandrídeo ibérico com essa capacidade.

Salamandra-Gigante-da-China - é a maior salamandra existente no mundo. Ocorre na China, em cursos de água e lagos montanhosos. Pode atingir um comprimento de 180 cm e um peso de 25 kg. Tem o corpo manchado e de cor acastanhada. A pele é enrugada e porosa, permitindo uma melhor respiração cutânea. É uma espécie totalmente aquática.
Tem uma actividade predominantemente nocturna, permanecendo debaixo de rochas durante o dia. A actividade predatória tem como suporte maior os sentidos do tato e olfato.
Tem um metabolismo muito lento, podendo ficar semanas sem ingerir nenhum alimento.
A reprodução dá-se no fim de Agosto.
Esta espécie é apanhada para servir como animal de estimação e para alimentação, razões pelas quais poderá estar ameaçada. O uso de pesticidas, a construção de barragens e a desflorestação, são também factores de ameaça.

Salamandra-Gigante-do-Pacífico - Nordeste dos Estados Unidos e Califórnia, sudeste do Canadá, chegam a 27cm, moram em beira de lagos e rios, se alimentam de grilos, larvas de tenébrio, gafanhotos, baratas, e outros insetos.

Salamandra-Gigante-da-Califórnia - vivem no sul da Califórnia.

Salamandra Imitadora - é endémica dos Estados Unidos da América, a unica diferença é que ela pode se camuflar entre as pedras e folhas.

Salamandra-Toupeira - Endêmica dos Estados Unidos da América. Vive debaixo da terra molhada, ou em baixo de folhas humidas.
Salamandra-sem-pulmão - Encontrada na ilha de Bornéu, na Indonésia, não possui pulmão por isso pode ficar submersa o tempo que quiser.

Salamandra-Siberiana - sobrevive a temperaturas inferiores a –35º centígrados.

Salamandra Seal - tem escamas, algumas pessoas as confundem com lagartos.

Hellbender - Estes animais não têm dimorfismo sexual, tendo os adultos um comprimento de 24 a 40 cm medidos desde o focinho até à cloaca, com um comprimento total de 30 a 74 cm (contando com a cauda), fazendo com que seja a 3ª maior espécie de salamandra aquática do mundo

Torrent salamanders - Encontradas nos Estados Unidos, são pequenas e podem chegar até 10cm.

Mudpuppies - é um anfíbio cego endémico às águas subterrâneas das cavernas dos carstes dináricos do sul da Europa. O seu habitat inclui as águas que fluem debaixo do solo através da extensa região calcária que inclui as águas da bacia do rio Soča, perto de Trieste,Itália, através do sul da Eslovénia, sudoeste da Croácia, e a Herzegovina. O proteus é a únicaespécie no seu género, Proteus, o único representante europeu da família Proteidae, e o únicoCordado europeu que habita exclusivamente nas zonas sem luz de cavernas. É por vezes chamado de peixe humano pelos habitantes locais devido à parecença da sua pele com a dos humanos, assim como salamandra das cavernas ou salamandra branca.

Cobra-Cega - Como todos os anfíbios, a cobra-cega leva uma vida dupla - primeiro na água e depois em terra firme. Algumas espécies fazem exceção. Quando a larva sai dos ovos, vive na água, é vegetariana e respira por brânquias externas. Depois de passar por diversas transformações (metamorfoses), passa a ter respiração aérea. Respira o ar com um pulmão só. Respira também pela pele que é úmida e coberta de muco.

Enguia-do-Congo - é um anfíbio que vive em lagos salgados.

Tritão-Ibérico - tritão-de-ventre-laranja(Lissotriton boscai) é um anfíbio pertencente à ordem Caudata. A característica desta espécie endémica da Península Ibéricaé o ventre de cor laranja, que contrasta com o dorso acastanhado com pintas pretas, sobretudo nos machos. A cauda dos machos não apresenta uma crista muito pronunciada e termina numa ponta branca arredondada. As fêmeas são mais fortes e pesadas do que os machos, pois possuem normalmente o ventre mais inchado. Os indivíduos adultos podem atingir 10 cm, incluindo a cauda, mas geralmente são menores.
Os seus habitats naturais são florestas temperadas, vegetação arbustiva mediterrânica, rios, rios intermitentes, pântanos, lagos de água doce intermitentes ou não, pauis, terra arável, pastagens, jardins rurais e lagoas.

Tritão-Palmado - é uma espécie de anfíbio caudado pertencente à família Salamandridae. Pode ser encontrado naEuropa ocidental e do norte, em lagoas, lagos, canais, pauis, florestas, terrenos de pasto e agrícolas e por vezes em áreas costeiras. Passa o período de acasalamento (Fevereiro a Maio) na água, pondo 100 a 300 ovovs que eclodem em larvas dentro de 2 a 4 semanas. As larvas sofrem uma metamorfose dentro de 6 a 9 semanas. Em áreas mais frias, as larvas por vezes passam o inverno na água sofrendo a metamorfose apenas no ano seguinte. Tornam-se sexualmente maduros durante o segundo ano, mas também ocorre neotenia nesta espécie. Os adultos hibernam em terra, em baixo de troncos ou pedras, de Novembro a Março, ou, mais raramente, dentro de água.
Os machos adquirem membranas interdigitais nos membros posteriores durante a época de reprodução, de onde o seu nome.

Tritão-dos-Cárpatos - é uma espécie de anfíbio caudado pertencente à família Salamandridae.
Pode ser encontrada nos seguintes países: República Checa,Alemanha, Polónia, Roménia, Eslováquia e Ucrânia.
Os seus habitats naturais são: florestas temperadas, rios, rios intermitentes, marismas de água doce, marismas intermitentes de água doce, terras aráveis, pastagens, jardins rurais e lagoas.

Tritão-Comum - é uma espécie de anfíbio caudado pertencente àfamília Salamandridae.
Pode ser encontrada nos seguintes países: África do Sul, América do Sul e América do Norte.

Tritão-Alpino - vive em pontos de água e suas cercanias, na zona sub-alpina.

Tritão-de-Crista-Italiano - é uma espécie de anfíbio caudado pertencente à família Salamandridae. A espécie é nativa da Itália,Albânia, Áustria, Bósnia e Herzegóvina,Croácia, República Checa, Hungria, Grécia, Macedônia, Sérvia, Montenegro eEslovênia. Juntamente com o tritão-de-crista, o tritão-de-crista-dodanúbio formam a superespécie dos tritões-de-crista.
Tritão-de-Crista - é uma espécie de anfíbio caudado pertencente à família Salamandridae, que é capaz de regenerar membros ou cauda perdidos. Pertence à superespécie Triturus cristatusjuntamente com o tritão-de-crista-do-danúbio, o tritão-de-crista-italiano e Triturus karelinii. Tal como os outros membros da superespécie e do género Triturus, 50% dos embriões morre por consequência de uma doença genética conhecida comosíndrome do cromossoma -1.

Tritão-Marmoreado - tem cor castanha-escura ou preta, apresentando manchas verdes de forma irregular. Os machos adultos tem uma risca branca ou bege na cauda e apresentam uma crista dorsal durante a época de reprodução. Esta risca é relativamente pequena comparada com as dos seus parentes, ostritões-de-crista, e ligeiramente maior do que a da sua espécie-irmã, o tritão-marmoreado-pigneu. As fêmeas e juvenis não apresentam crista dorsal, mas sim uma risca vermelha ou alaranjada. A barriga pode ir desde o bege até ao preto, podendo apresentar um número variável de manchas brancas ou pretas.
Tritão-Ventre-de-Fogo - é uma espécie de anfíbio caudado pertencente à família Salamandridae. Apresenta-se com dorso castanho a preto, podendo o ventre variar entre o vermelho e o laranja vivo com manchas irregulares pretas. Oriundo da China, com tamanho entre os 6 e os 10 cm, o Tritão ventre de fogo é um animal maioritariamente aquático. Este animal embora não deva ser retirado do seu habitat natural pode ser mantido em aquário. Alimentam-se de larvas e insectos pequenos.
Tritão-de-Banda-do-Sul - é uma espécie de anfíbio caudado pertencente à família Salamandridae. É possível encontrá-los naArménia, Geórgia, Iraque, Israel, Jordânia, Líbano, Rússia,Síria,Turquia, e possivelmente na Palestina. O seu habitat natural inclui florestas temperadas, prados temperados, rios, rios intermitentes, lagos de água doce, marismas de água doce,cavernas, terra arável, pastagens, jardins rurais, áreas urbanas,charcos e canais. Neste momento, a maior ameaça que enfrenta é a perda de habitat.
Tritão-Marmoreado-Pigneu - é uma espécie de anfíbiocaudado pertencente à família Salamandridae.
Recentemente elevado ao estatuto de espécie, era anteriormente considerado uma sub-espécie de tritão-marmoreado.
Os seus habitats naturais são: florestas temperadas,matagais mediterrânicos, rios, rios intermitentes,marismas de água doce, marismas intermitentes de água doce, terras aráveis,pastagens, jardins rurais, áreas de armazenamento de água, lagoas, escavações a céu aberto, terras irrigadas, canais e valas.
O tritão-marmoreado-pigmeu é comum em terrenos ricos em substrato silicioso. As populações presentes em solos calcários têm sofrido um declínio considerável.

Nenhum comentário:

Postar um comentário